Voltar ao site

Bancada do PSOL apresenta requerimento para criar Comissão Especial da Verdade sobre a Covid-19

A bancada do PSOL na Câmara, sob a liderança da deputada Talíria Petrone (RJ), protocolou um requerimento para criar a Comissão da Verdade sobre o Impacto da Covid-19 - Cleonice Gonçalves. O objetivo é monitorar e diagnosticar as consequências sociais e econômicas da pandemia de Covid-19, além de propor medidas para minimizar seus impactos em todo o país.

A iniciativa, com o mesmo conteúdo, partiu da deputada estadual do PSOL-RJ Mônica Francisco, que protocolou o requerimento na Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj). No âmbito estadual, a proposta contou com o apoio de toda a bancada do PSOL. A vereadora Linda Brasil (PSOL) também apresentou a proposta na Câmara Municipal de Aracajú/SE.

“O Brasil figura entre os países mais afetados pela pandemia do Covid-19 e também um dos mais atrasados no que diz respeito a uma política ampla de vacinação. Os altos números são consequência do negacionismo e da má gestão do governo Bolsonaro da crise da saúde. Uma comissão da verdade sobre a pandemia vai nos ajudar a mapear as consequências sociais e econômicas causadas pela pandemia e pensar saídas que diminua esses impactos na vida da população”, ressalta Talíria Petrone, líder do PSOL e idealizadora da iniciativa na Câmara dos Deputados.

Por que da Comissão da Verdade sobre o Impacto da Covid-19 - Cleonice Gonçalves?

Cleonice Gonçalves foi a primeira vítima fatal da Covid-19 no estado do Rio de Janeiro. Mulher negra, 63 anos, moradora de Miguel Pereira-RJ, trabalhadora do serviço doméstico, que não fora dispensada pelos empregadores, mesmo um deles sabendo que estava infectado pelo coronavírus. A morte Cleonice escancara o quanto a categoria, que é composta por 6,2 milhões de pessoas, sendo 92% são mulheres e 68% delas são negras (dados do IBGE), está vulnerável durante a pandemia.

“Os impactos da crise são perversos e expõem, imediatamente, a divisão de classes e racial no Brasil. Sem dúvidas, os impactos da pandemia são potencializados para os trabalhadores, em especial mulheres e negros, por possuírem uma inserção mais precária no mercado de trabalho, sofrendo com maior taxa de desemprego, mais informalidade, menores salários e menos condições no acesso à saúde”, ressalta o requerimento protocolado.

Todos os Posts
×

Quase pronto…

Acabámos de lhe enviar um email. Por favor, clique no link no email para confirmar sua subscrição!

OK