Voltar ao site

PSOL foi o único partido do Brasil a distribuir fundo eleitoral igualmente entre brancos e negros em 2018

Um levantamento realizado pelo especialista em eleições Jairo Nicolau sobre o uso do fundo eleitoral por cada partido na disputa para a Câmara dos Deputados em 2018 mostrou que o PSOL foi o único dos partidos a distribuir de forma igualitária os recursos entre candidatos brancos e negros. Em todas as outras siglas há grandes discrepâncias no aporte financeiro em favor das candidaturas brancas.

O PP, por exemplo, um dos partidos com mais aporte financeiro do fundo eleitoral, gastou, em média, quase R$ 700 mil por campanha de candidato branco, frente a menos de R$ 50 mil por candidato negro. Já o PSL, partido pelo qual Jair Bolsonaro se elegeu para a Presidência, enquanto candidaturas brancas tiveram mediana de quase R$ 15 mil para cada uma, para as candidaturas negras o aporte é quase 15 vezes menor.

Em outros partidos, a situação também é muito discrepante. O DEM, partido dos presidentes da Câmara e do Senado, teve quase R$ 350 mil para cada candidatura branca, enquanto os candidatos negros tiveram recursos menores a R$ 20 mil para cada um. No MDB, foram R$ 450 mil, em média, para cada candidato branco, enquanto o valor para as candidaturas negras não chegou a R$ 50 mil.

Mesmo entre partidos progressistas a discrepância entre candidaturas negras e brancas esteve presente. No PT, candidatos brancos tiveram, em média, quase três vezes mais recursos do que candidatos negros. No PDT, as candidaturas brancas tiveram o dobro de recursos se comparado às candidaturas negras, e no PCdoB essa diferença é de aportes por volta de 25% maiores para as candidaturas brancas.

Fonte: Site do PSOL

Todos os Posts
×

Quase pronto…

Acabámos de lhe enviar um email. Por favor, clique no link no email para confirmar sua subscrição!

OK