Voltar ao site

PSOL quer que Moro vá à Câmara para explicar denúncias contra Bolsonaro

Foto: Antônio Cruz/Agência Brasil

· Iniciativas

A bancada do PSOL apresentou, nesta sexta-feira (24), um requerimento para que o ex-ministro Sérgio Moro compareça ao plenário da Câmara dos Deputados para prestar esclarecimentos sobre as denúncias que trouxe à tona em seu pronunciamento para anunciar sua saída do governo Bolsonaro.

Segundo Moro, Jair Bolsonaro faz interferências políticas no trabalho da Polícia Federal e a demissão do Diretor-Geral da PF, Maurício Valeixo, sem o aval do então Ministro da Justiça, teria sido mais um episódio dessa tentativa de controlar as investigações policiais no país.

Sérgio Moro informou que o Presidente “queria uma pessoa que ele pudesse ligar, que ele pudesse colher informações de inteligência”. “A interferência política pode levar a relações impróprias entre o diretor da PF e o presidente da República”, afirmou o agora ex-ministro Sérgio Moro em seu pronunciamento.

“Não restam dúvidas de que o Presidente da República não possui qualquer apreço pela democracia e sequer reconhece o papel de instituições democráticas”, afirma o PSOL no convite feito a Sérgio Moro para que ele aprofunde suas denúncias e apresente provas da interferência política de Bolsonaro no trabalho da Polícia Federal.

Fonte: PSOL 50

Todos os Posts
×

Quase pronto…

Acabámos de lhe enviar um email. Por favor, clique no link no email para confirmar sua subscrição!

OK