Voltar ao site

PSOL solicita rápida investigação no caso Moïse Kabamgabe à Justiça do Rio de Janeiro

Foto: Reprodução/Facebook

A bancada federal do PSOL na Câmara protocolou um ofício ao Procurador-Geral de Justiça do Estado do Rio de Janeiro, Luciano de Souza, solicitando uma investigação imediata sobre o caso do refugiado congolês Moïse Kabamgabe, de 24 anos, agredido até a morte por três homens em um quiosque no Rio de Janeiro.

Os parlamentares também encaminharam um memorando à Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara para solicitar que a Casa exija das autoridades do estado uma rigorosa investigação sobre o homicídio. 

"Não é mais possível vivermos numa sociedade em que corpos pretos sejam tratados como se fossem descartáveis. A brutalidade ocorrida com Moïse Kabamgabe, que só queria trabalhar e viver com dignidade ao lado de sua família, é o racismo estrutural escancarado em sua forma mais perversa. Racismo e xenofobia, infelizmente, andam de mãos dadas num mundo injusto como o nosso. Exigimos ampla investigação e uma resposta contundente das autoridades responsáveis. O governo do estado também precisa atuar para que as apurações ocorram de forma célere. Os familiares de Moïse e a sociedade merecem uma resposta e nós seguiremos atuando de forma incansável por um basta nesse ciclo de racismo, ódio, violência, intolerância e morte!", afirmou Talíria Petrone (RJ), então líder da bancada.

 

Todos os Posts
×

Quase pronto…

Acabámos de lhe enviar um email. Por favor, clique no link no email para confirmar sua subscrição!

OK